Publicidade

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Noite maravilhosa

Quem me conhece sabe: não sou de sair falando por aí sobre as minhas experiências. Até hoje, só eu sei tudo o que fiz e o que deixei de fazer. Meus pais, meu irmão, meus amigos e minhas amigas sabem muito pouco sobre mim. Não acho legal falar para os outros - principalmente em um blog - essas coisas pessoais.

Mas o que fiz ontem, 10 de janeiro, tem de ser falado. Por quê? Ora, porque acredito ser meu dever passar essa experiência adiante. Garanto que se alguns leitores fizerem isso, serão (um pouco mais) felizes.

Ontem estava um calor do caramba. Menos de 35 graus não estava. E quando está muito calor, não consigo dormir. Nem com ventilador ligado no máximo. Então, resolvi fazer uma coisa que nunca havia feito antes: dormir pelado.

É! Pelado, nu, sem roupa, sem cueca, sem pijama, sem nada. Apenas eu em cima da cama. E foi maravilhoso. Nada apertando o que não deve, essas coisas. Pôxa, que maravilha. Só seria muito melhor se eu tivesse com uma guria do meu lado, para não me deixar dormir. Mas, quando isso acontecer, vocês não vão saber. Essas coisas não se contam.

Portanto, convido aos que me lêem para fazer isso - se é que já não fizeram. Durmam pelados e depois contem-me - nos comentários, em posts nos seus blogs ou por msn.

4 comentários:

Menina Ruiva disse...

Caramba! Que pornografia!
hauhuauahuhauahahau

=x

Nessa disse...

shaushuahsua

só durmo pelada acompanhada!
(é sério, não consigo sozinha)

e lembrei da minha prima no outro post só pq tu falou em nifomania e tu conhece ela e etc... só

e vê se lembra de trancar a porta do quarto quando ficar peladão!

Rodrigo Dias disse...

Meu quarto não tem chave... É na base da pedrinha e aqueles apetrechos de madeira pra colocar na fresta da porta. =D

Roberta Andressa Mondadori disse...

Não pude conter a risada! Não me lembro a ultima vez que realmente dormi despida. Quando criança era até normal, sensação de liberdade, não é mesmo?

Boa final de semana pra você, beijos...