Publicidade

terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Sorrisão de orelha a orelha

Bah! É Natal. Confesso que sempre gostei desta data porque adoro ganhar presentes. Sim, adoro. Não, não adorava. Eu continuo gostando dessa data porque, repito, gosto de ganhar presentes. Antes que fique se perguntando, respondo de imediato: sim, sou um pouco materialista - na verdade, todos nós somos, e não venha dizer que não! Tá, mas não é esse o motivo desse post.

O motivo é que, nesta data de nascimento do pivete Jesus, eu fiquei mais feliz do que nunca. Afinal, ganhei um presente muito bom. Quando eu disser o que foi, com certeza alguém vai me achar retardado, mas como já disse várias vezes: sou uma eterna criança em um corpo de um adulto.

Faz mais de 10 anos que o pogobol do meu irmão foi pro saco. Não sei o que aconteceu. Ele alega que a plataforma quebrou. E este ano, não sei por que cargas d'água, quis ganhar um. E não é que Papai Noel realizou meu desejo?

Na verdade, foi a Mamãe Jussára - até porque já passei da idade de acreditar em véio que segura o saco pra dar presente às criancinhas que se comportaram o ano todo. No amigo secreto da família ela me tirou e me deu um pogobol - hoje, chamado de Go Go Bol porque a fabricante não é a Estrela. Não preciso nem dizer que eu parecia uma criança abrindo o presente - ia fazer uma análise como se fosse um virgem tirando a roupa de uma guria pela primeira vez, mas lembrei-me de que hoje é natal, então, nada de putaria -, né?

Saí pulando, ensinei meu priminho de segundo grau a pular, e a minha prima - mais velha - também. Meu irmão também deu seus pulinhos.

Caramba, eu tô feliz pra caramba. Voltei a ser criança. Mal posso esperar para, em um final de semana qualquer, pular no meu pogobol e jogar meu pião.

Ah! Sei que não tem muita gente que curte memes. Eu meso sou um. Mas farei um agora. Peço aos detentores dos blogs ~ Versos Secos ~, Mundo Piero, Garota Coca-Cola e Doce de Chuchu a escreverem qual brinquedo gostariam de (re)ganhar e por quê?

No mais, um Feliz Natal e aquelas ladainhas de sempre!

Um comentário:

Drika disse...

Feliz Natal queridão!
que tu leve contigo sempre essa criança que existe dentro de ti...
No próximo natal, peça o Lango- Lango, que assim como o pogobol, é saudoso e diverte muito! hehe

Beijos