Publicidade

domingo, 2 de março de 2008

Ser solteiro tem seus lados negativos

Quem me conhece sabe: adoro ser solteiro. O fato de não ter de ligar todos os dias, a cada uma hora, para a namorada dizendo que está bem e que não está com outra é uma maravilha. Além de não gastar cartão, economiza a saliva, pois não é necessário argumentar que aquela guria berrando no celular é a tua prima distante que tu não vê há cinco anos.

Mas, porém, contudo, todavia, ontem tive de repensar alguns conceitos. Ser solteiro não é tão maravilha assim.

Ontem fui à formatura de uma amigona minha da faculdade. Após a cerimônia, fomos à festinha dela, coisa e tal. A festa foi legal, coisa e tal, tirando o fato de eu ser o único solteiro. E foi um saco.

Explico. De que adianta tu seres um cara divertido se teus (poucos) amigos (na festa) estão todos com seus amores? E de que adianta, também, seres um louco, mas não conhecer ninguém e, com isso, não te divertires como sempre fazes nas festas em que a maioria dos teus amigos estão lá?

Pois é, ontem me senti só. Sério. Solito da vida. Os meus amigos lá, divertindo-se com seus amores, e eu lá, socado em um canto. Foi então que percebi: ser solteiro tem, sim, seus lados negativos.

Não apenas esse fato de não ter com quem curtir na festa, igual aos outros malditos casais fazem. Mas porque, também, deve ser legal curtires um pouco à noite com uma pessoa bacana, sair da mesmice de ficar o tempo todo na internet na madrugada fingindo que está fazendo o trabalho de conclusão de curso. =D

Portanto, certifica-te de três coisas quando fores à uma formatura: 1) Se és o único ser solteiro; 2) Se conheces mais do que aqueles casaizinhos da faculdade; 3) se tens carteira de habilitação. Sim! Carteira de habilitação. Porque pior do que segurar vela, só ter que ficar mendigando carona para ir até um pedaço do caminho para, assim, economizar no táxi. E se a festa for em outra cidade, então, nem se fala.

No mais, parabéns à Elisandra Duarte, Rodrigo Mallmann, Giuliano Pacheco, entre outros grandes amigos meus que saíram dessa para uma maior. Não! Eles não morreram - e eu não daria os parabéns pra eles se fosse o caso, né? -, apenas tornaram-se o que serei no próximo ano: um jornalista.

***


P.s.: Se tu também curtes automobilismo, não deixe de passar no blog Auto RS, meu espaço para falar só de automobilismo.

9 comentários:

Gianini disse...

Mas quem diria que eu ainda leria no blog do meu amiguinho Rodrigo "Ser solteiro tem seus lados negativos", hehehe.
Mudando de conceitos? sera?hehe
adorei, assim como adoro a maioria das coisas que escreves. Ah não se sinta convencido ;)

Izze. disse...

É, realmente, ser solteiro não é lá uma maravilha. Mas nenhuma coisa é, tudo tem seu defeitinho.

Mas, nem todas as namoradas cobram relatório de onde os namorados se encontram, com quem estão.. Isso é coisa de gente insegura. Quando te "prenderes" a alguém, certifique-se que ela é segura de si. Facilita as coisas.. =B

Bjoks!

Manu disse...

aah que chato! =/
se, pelo menos, tu tivesse algum amigo solteiro lá.

esses tempos escrevi um texto sobre ser 'auto-suficiente' que relata coisas parecidas c o teu texto.
acredito que somos dependentes dessas crisesinhas de ciúmes, das ligações, do romantismo. mesmo n sendo fã. quando a gente se apaixona, n tem jeito.
todavia, eh bom enquanto conseguimos ficar sozinhos sem sentir falta de outrem.

Raquel Verardi disse...

Pára tudo, eu não acredito que li isso!
Recapitulando, não era o senhor que dizia ser um solteiro convicto?
Sem comentários... :P

Tisserand disse...

Bem, faz tanto tempo que não sou solteiro, que nem me lembro como funcionam as coisas a sós. Mas era um saco quando não namorava e tinham festinhas de casais... tu fica deslocado ao extremo... :S

Dann Ferreira disse...

Tava navegando pela net e encontrei o blog. Adorei a visita, curti os textos.. parabéns..
qndo precisar de q q coisa, pode contar comigo no O-Diariu.

Abraço Rodrigo

Dann Ferreira
www.o-diariu.blogspot.com

"" Kinha "" disse...

Oi adorei a visita ao meu blog
argumentando seu comentario: Independente de queremos ou não, a gente segue uma jornada unica e nem sempre todos os amigos à segue conosco, e mesmo q involutariamante sempre deixamos alguém....

Quanto ao teu texto adoreiii, até me inspirei para escrever a versão de Como é bom não ser solteiro" heheheh

aparece vou te plugar nos mus favoritos tah ..
bju

Biba B. disse...

isso é só a idade menino, hehe

bjoss

Piero Barcellos disse...

Passei pela mesma situação naquele dia, meu velho. Mas não fiquei pra baixo por isso. Ao contrário, agitei aquela festa, fiquei feliz pelos meus amigos que estão bem com seus respectivos pares, e alimentei a esperança de que o que é meu, está guardado (tão bem guardado que eu não encontro em lugar algum, ou se encontro, fico na dúvida). Uma hora a gente se dá bem, hehehe. Abraços!