Publicidade

segunda-feira, 24 de março de 2008

A tortura do português

Sim! Há uma sessão de tortura. E esse crime nem mesmo o programa Linha Direta ajudará a resolver. Até porque todos conhecemos o culpado. Neste caso, os culpados. E, se formos prender todos, praticamente não haverá brasileiros nas ruas deste país.

Não, nenhum Manoel ou Joaquim foi agredido nas últimas horas. O português, neste caso, é o nosso idioma. Não entendeu bulhufas? Então, desculpa, está na hora de voltares para Marte.

É praticamente impossível saber quando este ato inescrupuloso e filho da mãe começou. Mas, o que muita gente acredita, é que foi lá por meados de 2000, com a popularização da internet. De lá para cá, o coitado do português tem sofrido horrores. A lida-maravilhosa-tchubiruba-yaiyaiyai-Mirian Bottan já mostrou uma das formas de tortura praticada por muitos brasileiros - que não compõem a temida quadrilha Internética.

Porém isso é pouco. A quadrilha Internética consegue fazer pior. Para isso, utiliza das mais malévolas ferramentas, também popularmente conhecidas como MSN e Orkut. Entre as terríveis situações que o português tem sido obrigado a passar estão a dificuldade em saber a diferença entre mas e mais, e como falar/escrever certo - como é o caso do pobrema, do encomodar e do geito.

O bom é que as pessoas que cometem este tipo de delito têm correção: basta freqüentarem - de novo, em alguns casos - a escola e, pronto, a ressocialização, tão buscada pelo poder público, estará feita.

O problema - viste como se escreve? - está em quem pratica um dos piores crimes já feitos pela humanidade. Não estou falando de estupro e pedofilia. Estou falando da miguxeilização da língua. Está cada vez mais difícil encontrar pessoas que falem assim em vez de aXiM. Essas pessoas não têm como serem devolvidas à sociedade: merecem pena de morte - porque a prisão perpétua gasta muito dinheiro público.

Enquanto o poder público não faz a sua parte, que é a de educar os cidadãos, o nosso pobre português continuará sendo torturado. Se a Quadrilha MiGuXÊiS não for desbaratada logo, aí sim teremos um crime (muito do) hediondo: o assassinato do português.

Está na hora de fazermos a nossa parte. Vamos prender essa quadrilha o quanto antes. Senão, daqui a pouco, seremos o refém dessa nova ideologia maldita.

7 comentários:

Vinícius Ghise disse...

OLHA ESSA PORCARIA!
http://aurelio.net/miguxeitor/

Izze. disse...

Tomara que essa gentarada se dê muito, mas muito mal na sua vida profissional. Porque é isso que eu vejo pro futuro delas: sem falar um português correto, sem emprego decente.

E que morram todos, bando de analfabetos!

Raquel Verardi disse...

Eu simplesmente me irrito com gente que escreve aXiM :P
Porém, todavia, contudo, vejamos por outro lado... esse bando de débeis estão, automaticamente, fora do mercado.
O que isso quer dizer?
Mais emprego para gente, os pobres mortais trabalhadores e lutadores por uma língua correta!

E tu, como sempre, tratando de assuntos que dão o que falar!

Bianca Rieth disse...

Realmente há muitas pessoas que maltratam o português, e isso, me ofende, e muito. A onda do internetês, PREJUDICA, e muito, a evolução escolar (as pesquisas apontam, que muitos jovens, erram palavras e grafias na hora de escrever, por substituir letrar nas palvras, como por exemplo voxe).

Isso é um absurdo, pois quando "eles" menos esperarem, essa fase passa, não iram saber de nada, e mais cedo ou mais tarde, vão perceber que a linguagem correta, é ainda a melhor solução...

Como sempre, teus textos são divinos!

Abraços

Piero Barcellos disse...

Pu...rOdRIgU!!!!! NAUM ENTenu EXXAH BRoNCah KUM u mIgUxXxEIxXx...vELhU...... saum uxXx nOvuxXx temPUxXx xXxeGANu...i A geNTI pRecizaH Si adaPtah......
(comentário feito com o miguxeitor)

Mary West disse...

ah minha falha sempre são com as virgulas. Levo em conta akela lógica da comida sabe? è melhor sobrar q faltar.

Manu disse...

Não é à toa que inteligência é afrodisíaco.
Que pena que algumas pessoas esqueceram disso.

Se bem que, por um lado é bom. Fica mais fácil selecionar. :P

;*