Publicidade

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Quero meu troco!

Uma coisa que me irrita é colocar aqueles preços a R$ 1,99, ou qualquer preço que "impossibilite" o caixa de dar troco para nós. Ontem mesmo fui nos Correios mandar quatro cartas sociais para outros Estados. Até aí tudo bem, cartinhas são legais. O problema é que, quando social, o preço do selo é pífio: um centavo. Logo, quatro cartas igual à quatro centavos.

Eu tinha cinco centavos. Afinal, fui com o dinheiro contadinho e, como parece que tem falta de moedas de um centavo em circulação, tive de dar um valor, digamos, arredondado para cima. Esperei na fila e, quando fui atendido, paguei. O problema disso tudo foi a cara-de-pau do atendente. O cara não tinha troco e, na hora de me dar a nota, colocou que eu dei o valor exato: quatro centavos.

Ao perguntar pro dito cujo "e o meu troco?" o cara disse: "não tenho. Da próxima eu te devolvo com uma carta". Como assim? Na minha nota está que eu paguei quatro centavos, e não cinco e o cara ficou me devendo. E a lei do troco?

Lógico que o que eu tive vontade era de pintar a minha cara e fazer um protesto ali em frente, chamando de ladrão e tudo mais. Afinal, imagina quantos um centavo a mais eles recebem por cada um que envia uma carta social? É aquela coisa: de grão em grão, os Correios enchem o rabo.

Aliás, falta de como protestar é o que mais tem contribuído para as merdas que têm ocorrido nesse país afora. A falta de tempo e, às vezes, o próprio comodismo com a situação - quem é que nunca disse "é assim e nunca vai mudar"? - contribuem para que atos de corrupção, como a Fraude do Detran ou até mesmo gravações inescrupulosas não sejam mais atos ilícitos e, sim, comuns.

15 comentários:

Dama de Cinzas disse...

O Brasil é um país de acomodados, energia aqui é só pra futebol e carnaval... rs

Beijos

Mary West disse...

Bem vindo ao Brasil \o/

tarso marques disse...

é a vida...
eu fiquei sabendo que 2 pilotos que reclamaram com a CBA sobre algumas falhas na organizacao da etapa de Curitiba do Paranaense de Marcas chegaram a ser ameaçados pela FPrA...

Izze. disse...

Isso! Quero desviar dinheiro sem sentir culpa! Assim junto minha graninha e... zuuuupt. fujo daqui. =B

Ai ai, vamos fazer uma campanha de "me dê um centavo?"
=B

Belo post, señor. ^^

Izze. disse...

UAhauhua.. não ééééé bem assim...

No momento em que tinha feito o capítulo anterior, eu já tinha determindado que o próximo seria a apresentação do personagem Homo (idéia de personagem by Manu).

E siiim! Boa idéia, eu posso fazer um post sobre a campanha... Pensarei bem como fazê-lo. ^^

Bjoks!

silas disse...

e ai galera!
to prescisando de ajuda na divulgação do blog “thefirewalkswithme.blogspot.com”.
o link de vcs ja ta lá!
é um blog para novos poetas e admiradores.
ofogoandacomigo@yahoo.com.br

Leandro BLuz disse...

Meu último texto fala mais ou menos sobre isso: Comodismo, acomodação. As pessoas nos roubam milhões de reais, ou centavos mesmo, e sempre deixmos tudo "por isso mesmo" !

Abraço

vanessa disse...

Tbm axo um absurdo...
Ele não registrou o um centavo para no final do dia somar os centavos e pegar p/ ele...
Hj mesmo fui numa farmácia e por causa do valor q deu R$6,96 a moça queria me cobrar R$7,00. Um roubo néh!?
Mas como eu reclamei ai ela me deu R$0,05 e ficou me olhando como se tivesse me feito um favor..
ninguém merece...

Lúcia disse...

pior no super quando dá digamos, R$0,12. aí tu nao pode pagar 10 centavos, mas eles podem te dever 3. É RIDICULO. ¬¬
eu sempre faço trocarem as moedas e me darem o troco. :)

♥ Roberta... disse...

Eu ainda tinha a esperteza de dizer “pode ficar com o troco” quando eu era pequena, ops, mais nova, e sobravam cinco centavos. Até que um dia meu tio me deu um fumo e eu parei com isso. Frescura essa de 1,99, é só pra ficar “bonitinha a pintura feia” na porta da loja!

Mar e Ana disse...

Odeio lojas de 1,99.
E esses preços quebrados são o cúmulo pra eles nos roubarem os preciosos centavinhos!
Eu concordo com vc, apesar d ter algumas vezes que eu nem ligo =p

:*

Tisserand disse...

ahhahaha mto bom rodrigo. Achei q so eu era "chato".

Eu nao vou embora sem o troco. Uso o argumento: "entao arredonda pra baixo, quero o troco e deu".

Eles ficam brabos, mas funciona.

Uma vez, no nacional, chamei o gerente por tres centavos.

gerente com cara de abismado: - tu me chamou por 3c?

eu: sim, sao meus.

gerente: :S ta, da cinco centavos pra ele entao.

heheh :)

Nina 512 disse...

uia....


uahauha

só vc mesmo. adoooorooo ^~

Pedro Favaro disse...

Se as pessoas tivessem RAIVA na medida exata isso n aconteceria.
EU QUERO MEU 1 CENTAVO, PORRA!

Mary West disse...

Hahahaah é bem welcome to the jungle mesmo!