Publicidade

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Não agüento mais

Minha trufa de chocolate com leite condensado,

Poderia começar essa carta com uma citação daquela música do Renato Russo com o Erasmo Carlos (ou será que é ao contrário?), que diz "escrevo-te estas mal traçadas linhas meu amor", mas não vou. Porque esta não é uma carta de amor. Até seria, se pudesse levar esse sentimento adiante.

Deveria te dizer tudo isso, é vero, ao vivo, como há muito já falamos, mas não sei se conseguiria ser sincero te olhando. Tu sabe que não resisto ao teu olhar e, a princípio, insistiria em continuar. Isso, lógico, se tu me quer. O que, pelo que vejo, não é o caso.

Mas preciso ser forte, então, vai por carta, mesmo.

Eu não agüento mais essa situação. Essa história de não podermos nos ver o tempo todo, de sermos discretos, me cansa. No início, tudo bem, mas depois de tanto tempo? É pedir demais, não?

É um saco sair contigo e ter que me controlar pra não beijar a tua boca. De, para termos uma noite tranqüila, esperar a tua agenda e ir a um motel, porque na minha casa não dá. Que mal há? Acha que meus pais não entenderão? Ah, tenha paciência.

Não agüento, mesmo. Ficar a semana toda esperando poder beijar o teu corpo, tu morder minha boca, enfim, ter tudo aquilo (e um pouco mais, por que não?) do que planejamos e, no fim das contas, não poder. Sei que a situação não é das mais confortáveis, mas que mal há?

Não posso conhecer tuas amigas, não posso ligar pra tua casa... Conversa por internet só quando estamos no trabalho? Não dá, não dá.

Sinto saudades de ti. De conversarmos pra caramba sobre os mais diversos assuntos. O que eu queria de ti não era apenas sexo, mas sim algo mais. Só que, a cada dia que passa vejo que isso é apenas algo distante de acontecer. Isso pra não dizer que é uma utopia.

Então, essa carta é justamente para dar um fim nessa relação. Achei que conseguiria ser teu amante, mas vi que não dá. O que sinto por ti é muito grande. Sinto, também, que por mais que queira dizer que não, é recíproco. Mas tu não dá o braço a torcer. Não quer trocar o que é certo pelo duvidoso.

E até hoje me pergunto: por quê deste em cima de mim, se não queria algo mais do que apenas sexo? Acha que homens só pensam nisso?

É... é melhor acabarmos. Foi bom enquanto durou.

Beijo e até mais (se é que ainda poderemos ser amigos, o que insistíamos desde o início).

Texto inspirado no post da Dama de Cinzas.

17 comentários:

Leo disse...

Belo texto!
Excelente escolha de palavras!

Pedro Favaro disse...

Não soube brincar você! Recolhe os carrinhos e sobe do play...

Piero disse...

Trufa de chocolate com leite condensado = gorda.

Vinícius Ghise disse...

Essas mulheres, acabam com a gente...

gianini disse...

Perfeito ;)

Ana disse...

(resposta)
Que bom pra nós, míopes. rs

Legal, vou acompanhando então.

Ah não, estúdio coca-cola só fez merda. (talvez tenha alguma exceção) Eu não vou ouvir Fresno nem Calypso... neeeem pagando! hahahha

Nao tem Sentido disse...

Esse negócio de querer amizade depois é para sexo casual, o que é muito bom.

Abraço

Felipe Fonseca disse...

Eu tenho um amigo que tá precisando dar um ctrl+c/ctrl+v nessa carta e mandar pra guria dele.

Raquel disse...

Mas a humanidade é um paradoxo, mesmo.

A maioria dos homens só querem sexo.. e quanto o têm, reclamam.

HAHHAHAHA

Quanto ao post anterior: Nós, mulheres de óculos, comandamos. Adoro minha miopia. hahahha

:*

Nina 512 disse...

ai... ele podia tentar de novo
as vezes ela ta fazneod charme poo

"/

Pequena Kah disse...

Acho que preciso copiar isso. rsrs.

Putz, você escreveu tudo que eu queria dizer!

Beijooo.

Tunai Giorge disse...

.

hahaha
certo que a trufa nem deu bola para o que está escrito.
vai por mim... experiência própria
;)

.

Manu disse...

sabe o carinha, dono do blog? peguei hoje!
ehuehueheueheuehu

ah, meu bem. sentimentos são tão complicados, ainda mais com pessoas comprometidas. a gente vai na ilusão de que "se ela me conhecer melhor, vai ficar comigo". Entretanto, infelizmente, não é assim que acontece, não por não sermos bons o bastante, simplesmente porque está bom do jeito que tá pra ela e nada a fará mudar de idéia.

love sux.

mas, eu te amo!

:P

Rodrigo Dias disse...

Ainda vou entender porque as pessoas insistem em achar que os textos que escrevo referem-se ao que estou sentindo no momento. tsc, tsc, tsc. =P

Mar e Ana disse...

Foooda ficar escondido.
Foooda o que vc esceveu!

:*

Tatah Marley's Confissões disse...

Texto otimo meu bem.
E o Brasil tá dando um vexa nessas olimpiadas, que Vale-me Deus!
Ah, fico feliz e maisu ma vez surpreendida pelo fato de tu gostar de ser sozinho. São poucas as pessoas que gostam disso afinal.

beeeijo grande

Mary West disse...

Hahahaha mas pq será que eu acho que isso tem volta heim?

/me é desconfiada de nascença.