Publicidade

sexta-feira, 14 de março de 2008

Mulheres e seus sinais indecifráveis

Os gestos de uma mulher. O cara que conseguir decifrar o que elas querem dizer com determinados gestos pode considerar-se o grande sabichão e escrever um manual detalhado sobre este sexo que tanto nos confunde. E este manual, com toda a certeza, fará parte do meu seleto grupo de “Livros para ficar na estante”.

Como disse Djavan, em uma certa música cujo título mais parece um culto antropofágico, “teus sinais me confundem da cabeça aos pés” – o “mas por dentro eu te devoro” fica por conta do compositor. E não tem como não confundir-se com aqueles sinais emitidos por elas, nem que seja apenas uma única vez. Elas sabem como nos deixar sem graça e bobalhões.

Nós, seres providos de duas cabeças – uma que funciona com o pensar e a outra com o poder dos pensamentos impuros -, muitas vezes agimos de uma forma que não condiz com a nossa personalidade apenas por não termos interpretado, de forma correta, o gesto emitido por aquela bela criatura. Sim, “criatura”. Palavrinha simples cujo um dos significados, explicados pelo Houaiss, significa “ser vivo com características horrendas”.

“Características horrendas”. Essa dupla pode ter soado forte, mas é a mais pura verdade. A emissão de sinais confundíveis é uma característica horrenda do sexo feminino. Aquele sorriso diferente, aquela piscada, aquele abraço apertado e carinhoso, aquele beijo suave na bochecha, aquela pegada firme em nossa mão, aquela mordida no pescoço, fazem-nos, normalmente, pensar que ela está para nós.

Isso porque os homens não estão acostumados com essas trocas de carinho. Muitas vezes, para nós, isso é demonstração de interesse. O problema é que, também, pode ser que estejamos errados e, quando vê, a nossa interpretação equivocada nos gerou outro grande transtorno: a paixão. E, quando estamos apaixonados, fica difícil nos “desapaixonar”.

Esse texto, curto, está confuso. Mas não tinha como ser diferente: os sinais por ela emitidos confundiram-me de tal forma que não consigo transcrever meus pensamentos. E o pior de tudo: nem pude devorá-la.

11 comentários:

manu disse...

fato!
concordo contigo. sinais.. sinais..
pior eh que, muitas vezes, a gente espera por esses sinais, ou faz de tudo pra acreditar que aquilo foi um sinal!


podia ser simples. nao mto mais simples pq dai n teria graça. tanto que as fáceis, o pessoal só quer pra uma noite. mas é muito complexo desse jeito.

apenas mais simples...

;*

Nao tem Sentido disse...

Nao precisa nem de uma manual... uma bula já é suficiente...

Raquel Verardi disse...

Pára tudo!

Primeiro tu diz que ser solteiro têm seu lado ruim...
Agora, pelo que entendi, tu tá afim de devorar alguém, bem apaixonadinho...

Sabe, começo a ficar com medo :P

Saudade de te apertar (no bom sentido, claro)!!

Bjoo :)

Rafaela Kley disse...

Confia na tua e vai pra cima, devora ela e seja feliz :D
husahusahusahusasa..
sério mesmo, sempre vale a pena tentar fazer valer a pena :D

Vento. disse...

mais um apaixonado? bah o semestre começou bem hein. :)

Wagner disse...

Eu tenho devorado-as, ultimamente, com os olhos. Dizem que a boca fala do que o coração anda cheio... então não posso falar muitas coisas legais.
Não sou EMO... pateta, só tenho um estilo diferente... ¬¬
rsrs... grande abraço!

Bianca Rieth disse...

Somos indecifráveis e gostamos de ser devoradas ;)
Adorei teu texto, por sinal.

Bi

Loba disse...

que pena! ficou confuso e com fome? risos...
mas lembre-se do que Clarice Lispector disse sobre viver: não se preocupe em entender, viver ultrapassa todo entendimento. troque o verbo pelo substantivo Mulher e deixa rolar! se vc não devorar, será devorado. mas e daí? em paixão não há vencidos e vencedores: há prazer, né? rs...
beijo menino

fê loverox disse...

acho uma sacanagem mulheres que dão sinais contrários só pra jogar. Mas infelizmente a maior parte dos homens obriga a isso tipo de coisa, já que se a mulher não entrar no jogo, não for difícil, não se mostrar bemmm aos pouquinhos, acaba dançando. há exceções, mas ... :D

Myrella Sabrina disse...

Rodrigo, gostei bastante do seu blog
Sabe como é, entramos em um... e quando percebemos já descobrimos um novo blog bem bacana...

Tbm sou acadêmica de Jornalismo, e quase lá, curto quem, assim como eu, encontra em escrever, aquele espaço que todo jornalista precisa...

Voltarei mais vezes sim

Bjoss
Myrella Sabrina

Izze. disse...

Eu não mando sinais... acho. o.O

Bem, pergunte pra ela se ela quer ser devorada. Isso facilita as coisas. xD

Bjoks ^^